sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Nós temos o camisa 10

Com pouco mais de 24 horas do jogo mais esperado até o momento, os ânimos vão ficando a flor da pele, a galera do lado de lá querendo esquecer as últimas lembranças desagradáveis, pois a cada ano o Leão vem proporcionando repetidamente estes sentimentos para com eles, mas com certeza o pesadelo não deve sair da cabeça,  a cada momento um "flash", uma onda azul comemorando no canto a direita das cabines do curral, tudo deve atormentar a cabeça inchada da rapaziada do Estreito. Principalmente quando do outro lado, eles olham nosso camisa 10, profissional declaradamente apaixonado pelo seu clube, anda meio comportado nos últimos dias, porém isto deve corroer o adversário quando olha para o seu time e já não vê mais ninguém que possa beijar sua camisa com a convicção desejada pelos torcedores.

É do nosso capitão, que prefiro falar hoje, torço para que o Anjo loiro tenha uma partida digna do seu talentoso futebol, saia de campo vitorioso, de preferência com gol, gastando a bola como se diz na gíria, pois depois do anúncio oficial da vinda do galego, tudo mudou na Ressacada, esperança renovada, blogs bombando, torcedores que outrora estavam indiferentes se empolgariam com a volta do craque, mídia que colocava o Avaí como quinta força do campeonato mudando seu pensamento, só alguém como Marquinhos poderia causar esta transformação repentina no comportamento de todos os setores do futebol catarinense. Então queria dedicar o comentário da véspera do clássico ao nosso camisa 10, e dizer em voz alta para o adversário: " Nós temos o camisa 10". Já estava esquecendo de mandar um aviso ao nosso craque, falta na entrada da área, coloca a bola debaixo do braço e não deixa ninguém colocar a mão,  bate e vai para os braços da galera. A torcida agradece.

Um comentário:

  1. Tirasse as palavras da minha boca. Sinto coisa boa no ar...!

    ResponderExcluir