quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Pelada de final de ontem com os ídolos

Como tradicionalmente vem acontecendo nos finais de ano, ontem tivemos a pelada no Kretzer. Mais uma vez tivemos o prazer de jogar contra nossos ídolos. Marquinhos, Eduardo Costa, Gustavo, Rudinei, Rafael Coelho entre outros fizeram parte do time adversário.

Entre um papo e outro o assunto dominante era o AVAI, a campanha deste ano que não resultou em acesso e permanência deles para a temporada seguinte foram citados. Todos eram unânimes de que o acesso escorregou pelos meios dos dedos, mas também sabiam das deficiências do elenco avaiano que na hora final não conseguiu manter um bom nível de atuação. O AVAI é um time que tem grande pressão, e vários jogadores, principalmente os mais jovens não conseguiram suportar e nos jogos principais sucumbiram.

Em certo momento comentei que vi muitos torcedores e alguns da imprensa insinuar que o problema maior teria sido na discordância da premiação para o acesso, que o clube ofereceu R$ 1 milhão e os atletas queria R$ 3 milhões. Eduardo com seu jeito simples deu uma risadinha e comentou, como assim pedimos R$ 3 milhões de premiação se nem nossos salários foram pagos em dia?

Sobre a permanência eles tem contrato em vigor com o AVAI, porém até agora foram pouco procurados e esperam um contato com  clube para resolver o mais rápido possível as suas situações. Marquinhos e Eduardo que concederam entrevistas ao longo da semana passada esperam apenas que para a temporada do ano que vem os salários sejam pagos em dia a todos os jogadores e funcionários do clube, e que um time competitivo também seja prioridade.

Com a chegada de Chico Lins e o laço estreitado que ambos tem com o novo membro de futebol avaiano, aumentou a possibilidade de permanência. Entendo que o AVAI deveria montar o time em cima de seus principais jogadores, pois o mais difícil de conseguir no mercado ele tem em casa. Esta nas mãos da diretoria, só para lembrar Eduardo, Cléber e Marquinhos não são jogadores caros. Caro é Vinícios Bovi, Alê, Bruno Maia, Alex Lima, Aélson, Ricardinho, Roberson, Reis, Beto entre outros que não jogam nada e tem custo/benefício baixíssimo. Pensem nisso antes de fazerem besteiras, é o que esperamos!




Um comentário:

  1. meu amigo rodrigo me informe das novidades!!! abs sergio

    ResponderExcluir